Our Baby Alice


Amamentação

04/10/2012
  E hoje com 2 meses completos da minha filha eu posso dizer que finalmente sinto aquele sentimento de prazer quando estou amamentando. Tive muitos problemas com isso e vou contar como superei cada um deles..
  Primeiro nos primeiros dias a Alice não conseguia mamar direito, nem todo o leite que eu produzia então meus peitos ficaram muito cheios e começou a empedrar o leite. Arrumei a pega dela, ela mamava melhor sentada do que deitada (é uma ótima posição para colocar o bebê quando o peito é muito grande e ele não consegue pegar direito). A pega é muito importante para o peito não doer e nem rachar, o bebê tem que pegar a maior parte da auréola da mulher, e não pode fazer covinha e nem barulho enquanto ele mama. Para ajudar ela a pegar também usei um bico de silicone, é ótimo para quem tem o bico grande e o bebê não consegue pegar.
  Depois disso eu tirei todo o leite com uma bombinha e melhorou muito! Até hoje eu tiro todo dia de manhã uns 120 ml, mas agora aprendi a tirar manualmente que é muito mais fácil e não dói.
  Então com 10 dias de vida a Alice pegou sapinho (descobri que é normal em bebês que nascem de parto normal) e o sapinho fez o bico do meu peito rachar, ficou um corte até que profundo não era muito superficial não, e ai começou o meu terror. Eu odiava ter que dar mamar, porque doía demais mas a razão e o meu bolso não deixaram eu desistir. Sempre quis o melhor para minha filha e eu tinha certeza de que o melhor era eu amamentar. A médica pediu para eu tratar dela e do meu peito com uma pomada e mandou eu tomar bastante sol para melhorar. Melhorou bastante, mas continuava rachado e toda vez que ela ia mamar machucava mais.
  Na época eu usava um paninho no soutian para evitar o vazamento e comecei a usar manteiga de cacau, aplicava um monte nas rachaduras, melhorou também mas não acabou com o meu problema, depois de alguns dias as rachaduras aumentaram. Fui ao hospital e conversei com uma enfermeira, ela me disse que a manteiga de cacau dentro das rachaduras estavam impedindo o corte de fechar e a pele do machucado grudava no paninho e quando eu tirava a pele saia e machucava de novo. Ela falou para eu colocar um mamare e passar Lanidrat.
  O mamare é um absorvente gel que evita o contato do peito com o soutian, usei por 7 dias e ajudou bastante, o melhor mesmo é o frescor dele quando você coloca. O Lanidrat é uma pomada hidratante que ajuda as rachaduras a fechar e hidrata o peito. Usei por umas 3 ou 4 semanas.
  Depois que o mamare estragou comprei duas conchas, gostei bastante pois elas evitam o contato com o soutian e o leite não vaza, fica na concha e depois é só jogar fora ou guardar. Eu uso até hoje e é ótimo! E hoje eu não sinto mais dor para amamentar e é só prazer e uma diversão com ela.
  É simplesmente maravilhoso dar mamar para ela, o olhar que ela me dá, quando ela fica com a mãozinha tentando segurar o meu peito, ou segurando o paninho dela, é a coisa mais linda do mundo!
  Descobri também que uma das vantagens ao amamentar é que de noite o leite materno produz um hormônio chamado L-Triptófano que ajuda o bebê a mãe a dormir mais rápido, só fica no corpo da mãe e do bebê por alguns minutos e não existe em nenhum leite artificial, legal né??
  Então mamães se vocês tem alguma dificuldade para amamentar seus bebês tentem de tudo antes de desistir, saibam que é o melhor para o seu bebê e para você também!!

2 comentários:

Cantinho da Marina disse...

amamentar é tudo de bom ne´!w sem falar que nossos babies ficam fortinhos e com a imunidade lá em cima!
que bom que vc tem bastante leitinho Ana... a Alice agradece... heheh
eu também uso concha de silicone de dia e absorvente à noite (é ruim de dormir com as conchas).
Beijokas pra vcs!

Thay disse...

Acho que toda mamãe passa por um sufocos no início, né? Não vemos a hora de que tudo fique bem para que possamos sentir prazer na hora de amamentar...

Um abraço e que tudo dê certo daqui pra frente!